Diabo e Demônios

Esboço 1
Deus jamais criou o diabo e seus anjos
(motivos bíblicos para se rejeitar a idéia do maligno ser criatura de Deus)
(1)Ele é santíssimo demais para criar alguma coisa que não fosse santa
(2)Ele é justíssimo demais para criar alguma coisa que não fosse justa
(3)Ele é amoroso demais para criar alguma coisa que não fosse puro amor
(4)Ele criou os anjos que não poderiam desobedecer, pois não tinham “livre arbítrio”
(5)Ele cirou a humanidade que pôde desobeder por ter “livre arbítrio”
(6)”livre arbítrio” é o “imagem e semelhança” que permite escolher o bem ou o mal
(7)se o diabo é um ser, ele não foi criado por Deus Todo Poderoso
.
.
.
Esboço 2
Diabo e Demônios no Antigo Testamento
(1)antes do exílio para Babilônia, século VII aC., nada se sabia ou ensinava sobre eles
(2)depois do contato com zoroastrismo, falam de Satanás: semi-deus contra Deus
(3)antes: não era reconhecido como pessoa ou como inimigo de Deus ou Seu povo
(4)antes: eram espíritos maus de Deus em Saul, 1Sm.16:1,15s,23, 18:10, 19:1, 1Rs.22:22s,
(5)depois: Livro de Jô menciona a pessoa, atuação sob permissão de Deus
(6)antes: a ira de Deus manda Davi contar o povo, depois foi Satanás, 2Sm.24:1, 1Cr.21:1
(7)textos mau usados para explicá-lo: Ez.28:11-19 (rei de Tiro) Is.14:12-20 (rei de Babilônia)
.
.
.
Esboço 3
Diabo e Demônios pela Teologia judaica nos tempos de Jesus
(1)anjos faziam fenômenos bons: coisas boas: mexiam água (Jo.5:4), etc.
(2)demônios, os fenômenos inexplicáveis à época: doenças, cegueira, mudez, loucura
(3)Jesus não rebateu crenças sobre demônios Mt.17:15,19, doença Mc.9:29
(4)ele chamou “diabo” comportamento de Pedro (Mc.8:33) e Judas (Jo.6:70s, 13:27, 17:12)
(5)ele afirmou que diabo estava sob seu domínio, Lc.22:31-32
(6)ele alertou que demônios estão sob domínio de ímpios que usam Seu nome, Mt.7:22
(7)diz que demonismo só acaba com coração ocupado pela fé, Mt.12:44
.
.
.
Esboço 4
Diabo e Demônios pela teologia a partir de Jesus
(1)diabo: é derrotado: Jo.12:31, 17:15, Deus permite em propósitos 2Co.12:7
(2)em 1Jo.5:19 possesso de demônios, é todo mundo sem conversão a Jesus
(3)em 1Jo.5:18, Jo.17:15 os salvos em Jesus, estão protegidos contra diabo/demônios
(4)só o receber Jesus no coração exorciza os homens da ação deles Mt.12:45
(5)somos enganados por nosso velho homem Tg.1:13s, 1Co.10:13, Gl.5:17
(6)existe como indivíduo pessoal, criado por Deus, rebelde eterno contra os Céus
(7)existe como estado coletivo, inclinação humana para o mau, no livro-arbítrio
.
.
.
Esboço 5
Diabo e Demônios na concepção bíblica
(1)há dois tipos de pessoas no mundo, os salvos e os condenados ao inferno
(2)os salvos são protegidos, Jo.17:11-16, 1Jo.5:18 (Jó, Lc.22:31-34), os ímpios são possessos, 1Jo.5:19, 2Co.4:4, Mt.4:8-9
(3)comportamento suspeito: 5% pode ser demonismo, o resto é de origem desconhecida (por enquanto)
(4)no seu tempo, Jesus chamou: loucura, esquizofrenia, doenças, deficiências, epilepsias, etc.
(5)Gardenal e outros, mostram que não se tratam de demônios, mas anormalidades desconhecidas
(6)demonismo não pode impedir uma pessoa de chegar ao arrependimento
(7)exorcismo só pode acontecer com a conversão, nascer de Deus, 1Jo.5:19
.
.
.
Esboço 6
Diabo e Demônios e suas existências
(1)sem dúvida, eles existem, são reais, malignos, atuantes e influenciadores
(2)não foram criados por Deus, pois os atributos divinos não o permitiriam
(3)não são anjos rebeldes pois só os homens foram criados com livre-arbítrio
(4)textos de Ez.28:11-19, Is.14:12-20 condenam a malignidade de dois reis poderosos
(5)são onipresentes, onipotentes e oniscientes os sentimentos nos seres humanos
(6)são malignos, atuantes e influenciadores como o ódio no coração das pessoas
(7)levam as pessoas à condenação eterna, mas não impedem ninguém à salvação
.
.
.
Esboço 7
Diabo e Demônio e o exorcismo a se fazer
(1)deve ir sem receio algum pois é um pecador totalmente perdoado na cruz
(2)chegue por amor ao sofrido, e não para exibir o que você é capas de fazer
(3)pergunte se há outros casos na família, atualmente ou no passado
(4)saiba se alguém tem incutido no sofrido, a idéia de que aquele caso é demônio
(5)amigavelmente, coloque a pessoa para ler Bíblia e orar ao Senhor
(6)fale a ela do amor de Deus, e que Ele que libertá-lo daquele sofrimento
(7)fale de que precisa se arrepender de ser pecador e entregar-se aos propósitos de Deus.
.
.
.
Esboço 8
Batalha Espiritual
Quando tratamos de assuntos como este, devemos lembrar do seguinte...
(1)Por nós mesmos, mesmo com todo esforço, somos incapazes de vencer o pecado
(2)Deus sabe muito bem da nossa incapacidade, também neste sentido
(3)Ele nos quer salvos e santificados, Ele tomou todas as iniciativas neste objetivo
(4)Assim, na cruz, e por consequência dela, Ele venceu todo maligno em nosso lugar
(5)Por causa disto, podemos descansar nEle, que somos vitoriosos contra o pecado
(6)O Espírito Santo em nós, é que nos capacita contra todo pecado e malignidade
(7)Não precisamos conhecer o diabo, Jesus já o conhece bem, e o Venceu por nós